Notícias

21.09.2017Chuvas voltam no final do mês, mas regularidade só será restabelecida na segunda quinzena de outubro

Chuvas voltam no final do mês, mas regularidade só será restabelecida na segunda quinzena de outubro

Chuvas voltam no final do mês, mas regularidade só será restabelecida na segunda quinzena de outubro

 

A falta de precipitações vem adiando o início do plantio da safra de verão, em um momento no qual algumas regiões do Brasil já encerraram seu período de vazio sanitário. O Notícias Agrícolas, que segue acompanhando as previsões para o país, conversou hoje com Camila Ramos, meteorologista da Climatempo, que demonstrou alguns mapas que trazem as estimativas para os próximos dias.

Neste momento, segundo Ramos, há um sistema de alta pressão que dificulta a formação de chuvas. Entretanto, essse sistema começa a perder força e, entre os dias 21 e 25 de setembro, algumas nuvens começam a se formar sobre o Centro-Oeste e o Sudeste, mas ainda sem oferecer boas condições para o plantio. Este, porém, já é um indicativo de mudança de padrão sobre a atmosfera. No dia 23, uma frente fria passa pela região Sul, mas as chuvas estarão localizadas ao leste.

Entre os dias 26 e 30 de setembro, as pancadas de chuvas mais espalhadas começam a ocorrer, provenientes de uma frente fria associada com um sistema de baixa pressão que entra pela região Sul e avança até o Sudeste e o Centro-Oeste. Com isso, o começo do mês de outubro deve ser de chuvas mais intensas, mas ainda não é possível observar uma regularidade das chuvas.

Essa regularidade, como destaca a meteorologista, deve vir apenas na segunda quinzena de outubro, embora o mapa de 01 de outubro a 15 de setembro já mostre o início de um caminho de umidade que se forma ao longo da primavera.

Neste começo do mês, portanto, os produtores ainda devem tomar cuidado com o plantio e acompanhar as previsões regularmente, observando o andamento dos padrões.

Em novembro, as condições devem ter continuidade, enquanto no mês de dezembro o corredor de umidade pode causar uma situação de invernada. De forma geral, a previsão é de que o verão traga temperaturas dentro da normalidade.

 

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

 

Outras notícias