Notícias

12.01.2018Soja testa leves altas em Chicago nesta 6ª feira à espera dos novos números do USDA

Soja testa leves altas em Chicago nesta 6ª feira à espera dos novos números do USDA

Soja testa leves altas em Chicago nesta 6ª feira à espera dos novos números do USDA

 

Nesta sexta-feira (12), dia de novo boletim mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago trabalham ainda com estabilidade, mas em campo positivo.

Por volta de 6h55 (horário de Brasília), as cotações subiam pouco mais de 0,50 ponto, com o março ainda valendo US$ 9,50 e o maio,    US$ 9,61.

O mercado retoma uma pequena parte de suas posições depois de fechar nas mínimas em quatro meses na CBOT no pregão anterior.

Além disso, os traders se mantêm na defensiva à espera dos dois novos boletins que  chegam do USDA hoje.

Os estoques trimestrais norte-americanos deverão subir de forma significativa em relação aos números trazidos em janeiro de 2017, segundo as expectativas do mercado. 

Entre os números da soja, o intervalo esperado pelos traders varia de 80,64 a 89,95 milhões de toneladas, com média de de 86,71 milhões de toneladas. No ano passado, nessa época, os estoques americanos estavam em 78,87 milhões de toneladas e, em 1º de setembro de 2017, em 8,19 milhões. 

Sobre os estoques finais norte-americanos, as expectativas para a soja têm média de 12,98 milhões de toneladas, variando entre 11,57 e 16,19 milhões de toneladas. Em dezembro, os números ficaram em 12,11 milhões e em janeiro do ano passado em 8,19 milhões de toneladas. 

Leia mais:

>> USDA pode subir estoques finais e trimestrais de soja e milho dos EUA

No paralelo, foco total no clima da América do Sul e nas previsões de melhores condições para a Argentina nas próximas semanas.

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Soja: Às vésperas do USDA, mercado fecha a 5ª feira nas mínimas de 4 meses em Chicago

Tags:
 
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

 

Outras notícias