Notícias

17.01.2018Soja trabalha em Chicago com leves baixas na manhã desta 4ª feira ainda à espera de direção

Soja trabalha em Chicago com leves baixas na manhã desta 4ª feira ainda à espera de direção

Os preços da soja têm leve baixa na manhã desta quarta-feira (17) na Bolsa de Chicago. Após fechar com boa alta no pregão anterior, a commodity devolve parte dessas altas perdendo pouco mais de 1 ponto entre os principais vencimentos, perto de 7h50 (horário de Brasília). 

O contrato março/18 vinha sendo negociado a US$ 9,66, enquanto a referência para a safra do Brasil - maio/18 - tinha US$ 9,88 por bushel. Ontem, as cotações registraram seus melhores patamares em uma semana.  

O clima na América do Sul, entre os fundamentos, ainda parece ser o principal fator acompanhado pelo mercado. No entanto, com informações divergentes sobre o cenário e o potencial da nova safra, falta direção aos traders. 

Enquanto bolsas locais já reduzem suas projeções para a colheita da Argentina, um adido do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em Buenos Aires soltou um reporte dizendo "ser ainda muito cedo para estimar uma produção menor no país". 

"A especulação continua na procura de um catalisador fundamental de suporte aos preços em meio aos fundos de investimento ainda em níveis líquidos de posicionamento recorde no lado da venda", diz o boletim diário da AgResource Mercosul. 

Recuam nesta quarta também os futuros de óleo e farelo de soja na Bolsa de Chicago. 

 

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Outras notícias